quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013


Encerrando o Ano da Frutificação
AO LONGO DESTE ano ouvimos mensagens maravilhosas e inesquecíveis sobre Frutificação e nesta última mensagem do ano eu quero compartilhar com os senhores aquilo que deus ministrou ao meu coração baseado em João 15 sobre a videira verdadeira;:
Jesus começa dizendo EU SOU;
Eu entendo que quando Jesus diz EU SOU ele está respondendo a pergunta que Moisés fez a Deus registrada em Êxodo 3.13,14. Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me perguntarem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?  Respondeu Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos olhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.
E João o apóstolo do Amor registrou no Evangelho que leva o seu nome, o que Deus quis dizer quando disse que Ele é o Eu sou:
1.     Eu sou o pão da vida – João 6.48
2.     Eu sou o que testifico de mim mesmo – João 8.18
3.     Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse eu sou. Jo 8.59
4.     Eu sou a porta – João 10.9
5.     Eu sou o Bom Pastor – João 10.11,14
6.     Eu sou a ressurreição e a vida –João 11.25
7.     Eu sou a luz – João 12.46
8.     Vós me chamais de Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. João 13.13
9.     Disse Jesus: Eu sou o caminho e a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai, senão por mim. João 14.6
10.  Em João 15.1 Ele está a dizer Eu sou a videira verdadeira (Que revelação fantástica)
Ele que é tudo isto que João escreveu nos capítulos anteriores, agora está a nos dizer que Ele é. Não outro, mas Ele é  a Videira verdadeira. Também não é qualquer videira, mas a verdadeira. Não estamos falando de uma videira paraguaia, ou uma videira trazida de Manaus, Miami, ou dos países asiáticos. Mas da única, da original, da verdadeira videira, que é Jesus. O mesmo Jesus que:   No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens; João 1.1-4
Nisto podemos ver a excelência da videira. Para não deixar nenhum tipo de dúvida sobre a excelência desta videira verdadeira, o agricultor não é um dos melhores, mas o melhor, o mais excelente, o mais experiente. O Agricultou é o próprio Deus e pai do Senhor Jesus que é a videira verdadeira.
No versículo 2 Ele vai dizer: Toda vara em mim, que não dá fruto, a tira. A vara ou o ramo que está em  Cristo e é improdutiva. Não produz nada, é porque não é compatível com a videira. É um corpo estranho que o organismo está rejeitando, precisa ser cortada. É inútil. Não serva para nada. E ainda atrapalha o desenvolvimento dos ramos frutíferos. A ordem é corta-a.
Temos que entender que o problema não está na videira, pois está é verdadeira. O problema não está no agricultor, pois este é o próprio Deus. O problema é e está na vara ou ramo que não se adaptou as condições da videira e precisa ser cortado.
Jesus continua a dizer: E limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado.
Dá para nós percebermos que a vara que não deu fruto, foi porque não deixou a palavra de Deus fazer o efeito para qual ela foi destinada. Da mesma maneira, dá para percebermos que a vara que está dando fruto é porque a Palavra de Deus fez nela um efeito extraordinário. Para se manter a vara produzindo cada vez mais, é preciso que ela continue sendo limpa. Ou seja, quanto mais nos envolvemos com a Palavra e deixamos ela agir em nossa vida, ela produzirá frutos cada vez mais. Amém.
Pastor José Mário da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário