sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013



Tempo de Quebrantamento
II Crônicas 7.14
“E se o meu povo que se chama pelo meu nome...” (Povo de Deus)
1. SE...Condicional de Deus aplicada a todos independentemente do grau de intimidade que possa ter com Deus ou não.
- Se dois de vós concordar...
- Se vós estiverdes em mim e as minhas palavras estiverem em vós... João 15.7
2. O MEU POVO...
- Fala de propriedade particular
- Fala de posse; direito adquirido. I Pedro 2.9,10
3. QUE SE CHAMA PELO MEU NOME...
- Fala de nossa identificação com Cristo
- Fala de compromisso; daquilo que somos em Cristo. Efésios 1.3-5
4. Se humilhar = humilhação – Tiago 4.10
. É descer na presença de Deus; descer do pedestal, da posição de destaque. É reconhecer a sua pequenez.
            Reconhecer que é pecador e que Deus é perdoador.
            Reconhecer que Deus é tudo e que não somos nada
            Reconhecer que Deus pode tudo e nós nada podemos.
            Reconhecer que Deus é o grande Eu sou e nós nada somos
            Reconhecer que precisa de Deus em tudo(dependência total de Deus)
            “Deus resiste aos soberbos, dá, porém  graça aos humildes” Tiago 4.6
5. E Orar = oração Salmos 51.1,10-13
É reconhecer que somos dependentes de Deus. Precisamos Dele.
É reconhecer a necessidade de mudança.
            É falar com Deus, que atenta para os humildes. Por isso o primeiro passo e humilhar-se.
            É pedir a Deus em conformidade com a sua Palavra, crendo que irá receber.
            É o meio pelo qual podemos nos comunicar com Deus.
6. E Buscar a minha face. Gênesis 17.1
É buscar a presença de Deus e andar nela. Abraão-13 anos fora da presença de Deus.
            A oração sincera e baseada na palavra de Deus nos coloca na presença de Deus.
            Entramos no santo dos santos através do novo e vivo caminho que é Jesus Cristo.
            Buscar a face do Senhor é também buscar a glória de Deus para Deus. Isto é, o motivo de minha oração ao ser alcançado tem que resultar em louvor e glória a Deus.
7. E se converter dos seus maus caminhos
É viver de modo a agradar a Deus, como vivia o patriarca
É viver em novidade de vida e não em caminhos mausProvérbios 14.12
            Em nosso dia a dia nós vemos que:
            . Fogões – são convertidos de gás engarrafado para gás de rua ou vice-versa.
            . Carros são convertidos de gasolina para GN
            . Dinheiro – são convertidos de real para dólar ou vice-versa, e etc.
            Na conversão o que era original deu lugar a uma outra coisa
            Quando alguém se converte ao islamismo, ele se torna um mulçumano. Muda de nome, recebe um nome árabe e passa a viver de acordo com a Lei do Alcorão.
            Quando alguém se converte ao judaísmo, deverá viver segundo a Lei de Moisés
            Mas quando alguém se converte ao Senhor Jesus, deverá viver a partir de então em novidade de vida. Jesus perdoou os pecados, escreveu o nome no livro da vida e fez deste alguém, uma nova criatura.
            Quando alguém se converte de seus maus caminhos, ele muda para uma direção oposta. Sua vida dá uma guinada de 180 graus. Isto é uma manobra radical.
            Os maus caminhos o levavam para a perdição, para a morte e para o inferno. São os caminhos que aos homens parecem ser direito, mas o fim dele, são caminhos de morte.
            Os bons caminhos levam as pessoas a trilhar o caminho do bem.
            O bom caminho conduz a vida e ao céu.
             É a conversão da criatura ao criador. A criatura deixa de ser perdida para ser santa
            Deixa de ser uma velha criatura, para ser uma nova criatura.
            Torna-se um cristão, recebe um novo nome e vive de acordo com a palavra de Deus.
8.  ENTÃO EU OUVIREI DOS CÉUS...
- Deus decide ouvir. Jeremias 29.11-14a
9. PERDOAREI OS SEUS PECADOS.
- Ação voluntária de Deus em perdoar os pecados. Joel 2.13,14
10. SARAREI A SUA TERRA
- Ato voluntário de Deus de sarar, curar.

            Conclusão:
Quando o homem da estes quatro passos, Deus muda de atitude em relação a ele.
Antes Deus não podia ouvi-lo, porque: “Eis que a mão do senhor não está encolhida para que não possa salvar; nem o seu ouvido agravado, para n ao poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”. Is 59.1,2. Mas agora Ele pode nos ouvir, nos perdoar e sarar a nossa terra, ou nossa possessão (nossos bens materiais- restituir). Isto é: Ele pode nos restaurar totalmente.      

Pr .José Mário da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário