segunda-feira, 24 de agosto de 2015

A Beira do Milagre

A Beira do Milagre
Salmos 1.1-3
Estar a beira, ou estar na margem dá-nos a ideia de oportunidade que na maioria das vezes não percebemos. Este está a beira, está a margem ou estar a porta, pode ser um momento inesquecível para nossas vidas. Este lugar é para nós o lugar menos improvável de recebermos o milagre de Deus. Vejamos alguns milagres ocorridos dentro deste contexto
1.   Naamã – resistindo ao milagre à beira do Rio
Veio, pois, Naamã com os seus cavalos, e com o seu carro, e parou à porta da casa de Eliseu.Então este lhe mandou um mensageiro, a dizer-lhe: Vai, lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne tornará a ti, e ficarás purificado.Naamã, porém, indignado, retirou-se, dizendo: Eis que pensava eu: Certamente ele sairá a ter comigo, pôr-se-á em pé, invocará o nome do Senhor seu Deus, passará a sua mão sobre o lugar, e curará o leproso.Não são, porventura, Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? não poderia eu lavar-me neles, e ficar purificado? Assim se voltou e se retirou com indignação.Os seus servos, porém, chegaram-se a ele e lhe falaram, dizendo: Meu pai, se o profeta te houvesse indicado alguma coisa difícil, porventura não a terias cumprido? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado.Desceu ele, pois, e mergulhou-se no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne dum menino, e ficou purificado.2 Reis 5.9-14

2.   O Cego de Jericó– percebeu o seu milagre a beira do caminho
Depois chegaram a Jericó. E, ao sair ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, estava sentado junto do caminho um mendigo cego, Bartimeu filho de Timeu.Este, quando ouviu que era Jesus, o nazareno, começou a clamar, dizendo: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava ainda mais: Filho de Davi, tem compaixão de mim.Parou, pois, Jesus e disse: Chamai-o. E chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, ele te chama.Nisto, lançando de si a sua capa, de um salto se levantou e foi ter com Jesus.Perguntou-lhe o cego: Que queres que te faça? Respondeu-lhe o cego: Mestre, que eu veja. Disse-lhe Jesus: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente recuperou a vista, e foi seguindo pelo caminho.Marcos 10.46-52

3.   O paralítico do tanque de Betesda – Perdeu aesperança de um milagre, mesmo estando a beira do tanque
Depois disso havia uma festa dos judeus; e Jesus subiu a Jerusalém.
Ora, em Jerusalém, próximo à porta das ovelhas, há um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco alpendres.Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados [esperando o movimento da água.][Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; então o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.]Achava-se ali um homem que, havia trinta e oito anos, estava enfermo.Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim havia muito tempo, perguntou-lhe: Queres ficar são?Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que, ao ser agitada a água, me ponha no tanque; assim, enquanto eu vou, desce outro antes de mim.Disse-lhe Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda. Imediatamente o homem ficou são; e, tomando o seu leito, começou a andar. Ora, aquele dia era sábado.João 5. 1-9
4.   O paralítico da Porta Formosa- Sua expectativa era receber uma esmola e não um milagre. Por isso era colocado a porta e não na porta.
Pedro e João subiam ao templo à hora da oração, a nona.E, era carregado um homem, coxo de nascença, o qual todos os dias punham à porta do templo, chamada Formosa, para pedir esmolas aos que entravam.Ora, vendo ele a Pedro e João, que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola.
E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós.E ele os olhava atentamente, esperando receber deles alguma coisa. Disse-lhe Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho, isso te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda.Nisso, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente os seus pés e artelhos se firmaram8 e, dando ele um salto, pôs-se em pé. Começou a andar e entrou com eles no templo, andando, saltando e louvando a Deus.Todo o povo, ao vê-lo andar e louvar a Deus,
reconhecia-o como o mesmo que estivera sentado a pedir esmola à Porta Formosa do templo; e todos ficaram cheios de pasmo e assombro, pelo que lhe acontecera.Atos 3.1-10

Ireja Evangélica Assembléia de Deus Ministério de Caetés

Culto de Doutrina –Pastor Presidente José Mário da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário