sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Primavera: Tempo de Milagres na Vida de nossos Filhos

Primavera: Tempo de Milagres na Vida de nossos Filhos
Segunda vez foi Jesus a Caná da Galiléia, onde da água fizera vinho. E havia ali um nobre, cujo filho estava enfermo em Cafarnaum. Ouvindo este que Jesus vinha da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele, e rogou-lhe que descesse, e curasse o seu filho, porque já estava à morte. Então Jesus lhe disse: Se não virdes sinais e milagres, não crereis. Disse-lhe o nobre: Senhor, desce, antes que meu filho morra. Disse-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu. E descendo ele logo, saíram-lhe ao encontro os seus servos, e lhe anunciaram, dizendo: O teu filho vive. Perguntou-lhes, pois, a que hora se achara melhor. E disseram-lhe: Ontem às sete horas a febre o deixou. Entendeu, pois, o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda a sua casa. Jesus fez este segundo milagre, quando ia da Judéia para a Galiléia. João 4: 46-54.
Trajetória de Jesus: Da Judéia para Galiléia
Retorno a Caná da Galiléia: Lugar do Primeiro Milagre.
·       É sempre bom voltar onde ao lugar onde Jesus fez o primeiro milagre na nossa vida.
·       Ou fazer o que Jeremias diz em suas Lamentações: Quero trazer à memória aquilo que me traz esperança. (Recordar)

O Nobre de Cafarnaum
·       Foi informado que Jesus estava em Caná da Galiléia
·       De Cafarnaum a Caná: 27 km
·       Pedido do Nobre a Jesus: Que descesse a Cafarnaum e curasse seu filho que estava moribundo (à morte)
·       A Resposta de Jesus: Se não virdes sinais e milagres, não crereis.
·       Atitude de quem não tem fé: Ver para Crer.
·       Atitude de quem tem fé: Crer para ver
·       A Atitude do Nobre foi a mesma de Naamã e a de tantas outras pessoas.
·       O Nobre não entende a repreensão de Jesus:
·       Disse-lhe o nobre: Senhor, desce, antes que meu filho morra.
·       A crença do Nobre.
·       Jesus precisava descer a Cafarnaum depressa, antes que seu filho morresse.
·       Para o Nobre Jesus não poderia fazer mais nada se o filho dele morresse.
Mateus 8.5-13 Registra a atitude de um centurião que fez o mesmo que o Nobre. Foi procurar Jesus para que curasse o seu servo.
5 E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe, 6 E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado. 7 E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde. 8 E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar. 9 Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz. 10 E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé. 11 Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus; 12 E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. 13 Então disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou.  Mateus 8.5-13 

Comparando as atitudes do Nobre e do Centurião
·       O Centurião acreditava que bastava Jesus liberar uma palavra que o seu criado ficaria curado.
·       O Centurião pela sua fé foi recompensado, vide os versículos 10-13 de Mateus 8
·       O Nobre acreditava que Jesus precisava ir a casa dele para curar o seu filho.
·       O Nobre pela sua pouca fé, precisou ser tratado:
·       Disse-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu.
·       Só que ele não desce correndo para sua casa para saber se o milagre havia acontecido ou não. Ele fica em Caná, fazendo alguma coisa que a Bíblia não relata e somente no dia seguinte foi para casa.
·       O Encontro com os outros servos.
·       O interessante que ele não pergunta aos seus pelo filho, os servos é que dá a ele a informação que o filho dele vivia.
·       Ele pergunta a que horas o filho ficou curado. E foi informado que foi a hora sétima ( 1:00 hora da Tarde) a mesma hora que no dia anterior Jesus liberou uma palavra de cura e o filho do Nobre foi curado

·       O Nobre teria levado mais ou menos 04 horas a pé para chegar em sua casa. Ou de 02 a 03 horas se tivesse sendo transportado por um cavalo ou carruagem. No entanto, por ter acreditado na Palavra de Jesus, ele descansou, cuidou de outras coisas e só depois foi para sua casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário